Feature on Home
Feature order
Watch
Watch Title
Watch Duration
Subtitle track
Listen
https://video.premrawat.com/2021/Radio2000/audio.m3u8
Listen Duration
540
Listen Title
Entrevista para Radio2000, com Irman G. e Prem Rawat
Heading 1 / Youtube ID
Text Content 1
poster
Default Subtitle Language

Radio 2000:
“Fique por dentro com o podcast da Radio 2000. Participe do Weekend Flavor. Por enquanto, de volta aos fins de semana, das seis às nove da manhã.”

Irma G:
Vamos conversar com Prem Rawat,  Embaixador da Paz Internacional, nascido na Índia em 1957.

Ele fez seu primeiro discurso público sobre o tema da paz aos quatro anos de idade. Fez uma turnê pela Índia com seu pai, falou a milhares de pessoas e em 1971, aos treze anos, fez sua primeira visita ao Ocidente, chegando a Londres, onde falou no mundialmente conhecido Festival de Música de Glastonbury.

Seguiu para os EUA no mesmo ano, onde acabou se estabelecendo, falando a multidões de até 10.000 pessoas. O que começou como um feriado escolar tornou-se uma jornada ao longo da vida, inspirando as pessoas a descobrir e praticar a paz.

Atualmente, Prem já viajou pelo mundo há mais de cinquenta anos, falando em mais de 250 cidades em audiências ao vivo que totalizam centenas de milhões de pessoas. E agora temos a oportunidade de falar com Prem e descobrir exatamente por que ele está na África do Sul desta vez e, mais importante, por que ele continua voltando ao nosso lindo país.

Prem, bom dia e muito obrigada por essa conversa, e por disponibilizar seu tempo nesta manhã.

Prem Rawat:
Bom dia, é um prazer estar com você e sua audiência.

Irma G :
Muito obrigada, Prem. Bem-vindo de volta à África do Sul. Você continua voltando. [Prem: Sim.] Acho que a única pergunta que precisa ser feita é “Por quê? O que você absolutamente adora na África do Sul? ”

Prem Rawat:
Bem, quarenta e nove anos atrás, quando vim para a África do Sul, eu tinha quatorze anos. Fiquei muito sensibilizado com o que estava acontecendo aqui. E teve um efeito pessoal sobre mim do qual não fui capaz de me livrar até hoje. Quarenta e nove anos atrás, algo aconteceu. E foi mágico.

Irma G:
Uau.

Prem Rawat:
Eu vi que havia uma divisão entre as pessoas, tanto ódio, tanto tudo. No entanto, vi que havia um desejo enorme nas pessoas de serem felizes, seguir em frente e de serem realmente resilientes. E foi simplesmente notável para mim testemunhar isso naquela idade.

Irma G:
Prem, gostaria de lhe perguntar sobre o Programa de Educação para a Paz, e que impacto ele tem sobre quem participa dele.

Prem Rawat:
Tem sido absolutamente incrível. Para as pessoas que passaram pelo Programa de Educação para a Paz, ele literalmente transformou suas vidas.

Porque vem de um lugar muito profundo dentro. Não é “como você deveria ser”, não é uma aula de atuação, não é “Isso deveria ser assim e aquilo deveria ser assim”, mas é algo que permite que você se transforme como ser humano. Que comece a ter esperança. Não a esperança que outras pessoas trazem a você, mas a esperança que você carrega dentro de si e segue em frente com ela.

E isso foi muito transformador na vida das pessoas. Porque é disso que precisamos, precisamos nos conhecer. Não sabemos

quem somos. Conhecemos de tudo. Por meio da tecnologia, conhecemos qualquer pessoa, sabemos de qualquer coisa. E você pode usar um computador, pode digitar algumas palavras e descobrir qualquer coisa sobre outra pessoa. [Irma G: E ainda assim ...]

Mas isso não lhe dirá nada sobre quem você é. E a menos que você saiba quem você é, que diferença faz se souber de tudo o mais?

Irma G:
Isso é muito importante. Esse é um conceito tão bom a ser desvendado, porque todos nós queremos algo diferente, todos sabemos que precisamos de algo diferente como povo, como raça humana, como sul-africanos. Mas a maioria de nós espera que outra pessoa nos dê a resposta. E nove entre dez vezes, poderíamos ser a resposta para o problema?

Prem Rawat:
Somos a resposta para todos os problemas. Porque somos os criadores do problema e podemos ser a solução. O pensamento agora é que “algo tem que vir de fora para nos ajudar”. Mas realmente somos nós que vamos nos ajudar, no final das contas.

Irma G:
Eu entendo isso cem por cento. Agora, este é o quinquagésimo aniversário de suas viagens pelo mundo divulgando sua mensagem de paz.

Quais foram, em sua visão, alguns de seus momentos mais memoráveis?

Prem Rawat:
Bem, um momento memorável, é claro, foi vir para a África do Sul e ver as diferenças e ver que havia esperança. Em todos os lugares que estive, foi o que reconheci e é o que vejo, que sempre há esperança. Que independentemente de quão desesperadora seja a situação e de quão sombria e impossível possa parecer, sempre há esperança de seguir em frente.

E essa pode ser uma porta estreita, uma janela estreita. Mas essa não é a questão. É seguir em frente. E existe um poder em nós que quer que avancemos. Mas temos que entrar em contato com ele. É por isso que é tão importante saber quem você é.

Irma G:
Eu ouço você alto e claro. Prem, em uma época em que o mundo está cheio de desemprego, ansiedade (e essa pandemia fazendo o máximo para amplificar isso), qual é a mensagem que você gostaria de compartilhar com nossos ouvintes?

Prem Rawat:
Eu gostaria de compartilhar esta mensagem em particular, e minha mensagem é: “Você é maior do que a soma de seus problemas. [Irma G: Uau.] Você é maior do que este pequeno vírus, é maior do que o desemprego, é maior do que todas as tragédias que acontecem.”

Nos colocamos em um buraco e pensamos, “Oh, sim, o que vai acontecer comigo?” Vemos nossa fraqueza, mas não vemos nossa força. Nossa força é maior do que a soma de todos os problemas que estão por aí.

E eu sei que quando você está cercado por problemas, é muito difícil ver o que o ajudaria e como seguir em frente. Mas, mesmo naquele momento, você precisa lembrar que carrega algo grande e poderoso em você, que todos esses problemas são diminuídos pela força que existe dentro de você.

Irma G:
Eu ouço você alto e claro. Se você acabou de se juntar a nós, estamos conversando com Prem Rawat, Embaixador da Paz Internacional, e ele faz isso desde os quatro anos de idade.

Prem, meu produtor e eu estávamos conversando e dizendo: “Aos quatro anos, cara, nós provavelmente não estávamos fazendo nada! E você estava falando sobre paz.” Desde aquele momento, foi uma jornada que você simplesmente não conseguiu parar? É algo que você absolutamente tinha que continuar na vida, como o trabalho da sua vida? Isso é tudo? Você acha, Prem, que ainda há mais que você possa fazer?

Prem Rawat:
Vou tentar fazer o máximo que puder. Porque não há como parar. Trazer um sorriso ao rosto das pessoas, trazer paz ao coração que realmente merece, trazer alegria para as pessoas que nunca experimentaram essa alegria é um presente que, eu digo a você, não há comparação. Não há absolutamente nenhuma comparação.

E uma vez que você testemunhou isso, uma vez viu que pode desempenhar um pequeno papel nisso, que pode desempenhar uma pequena parte nisso e que pode fazer isso acontecer para uma vida, é absolutamente notável. É genuinamente uma mudança de vida.

Irma G:
Eu amo isso. Prem, muito obrigada por dedicar seu tempo esta manhã para conversar conosco. Para encerrar, há alguma maneira de entrarmos em contato com você se nossos ouvintes quiserem acompanhar um pouco mais sobre sua trajetória nos últimos cinquenta anos, saber mais sobre o Programa de Educação para a Paz? Como podemos fazer isso?

Prem Rawat:
Bem, eu não tenho o número local porque eu viajo muito. [Irma G: Claro.] Mas existem maneiras de saber de mim e receber esta mensagem, e realmente ter um tempo maravilhoso com ela.

Irma G:
Fantástico. Definitivamente vou vasculhar todas as informações que puder, digitar essas poucas palavras e pesquisar no Google. Como você disse, provavelmente vou encontrar todas as informações e mais algumas. Muito obrigada, mais uma vez, por disponibilizar seu tempo esta manhã, e espero que tenha um belo final de dia.

Prem Rawat:
Ok, você também, e muito obrigado por me receber. Desejo a você e ao seu público tudo de melhor.

Irma G:
Muito obrigada.

Prem Rawat:
Obrigado, tiau.

Irma G:
Embaixador Internacional da Paz, Prem Rawat. Isso é a coisa mais louca, certo? Isso é a coisa mais louca. Você pode saber o quanto quiser sobre o mundo lá fora. Mas você precisa saber mais sobre você, porque você pode ser a diferença que o mundo precisa. (Haah! Alucinante))